quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Fechou o salão de beleza e ganha três vezes mais com Arte em Pneus


O Anderson Ferreira de Oliveira começou a fazer arte em pneus quase por acaso. É que ele tinha aberto um salão de beleza junto com a esposa, a Sonia Ramos de Oliveira e estava procurando um vaso para enfeitar o salão. Como os vasos nas lojas estavam muito caros ele foi para a internet procurar alguma opção mais em conta. Viu que dava pra fazer de pneu. Como mora do lado de uma borracharia, pegou um pneu para testar. Levou uma tarde inteira para cortar o pneu, se sujou todo. “Quase desisti, mas consegui terminar”. Vaso pronto, ele colocou na frente do salão. No mesmo dia uma vizinha perguntou o preço. Ele ficou surpreso, mas deu um valor e a pessoa encomendou  dois.

Era o início de mais um Plano B de sucesso. Com o dinheiro das encomendas ele comprou mais tinta e voltou para a internet. Viu que poderia fazer muito mais coisa com pneu e com o tempo foi desenvolvendo um método próprio de trabalho. Além de reciclar os pneus ele ainda usa restos de PVC usados em gráficas para fazer os bicos das aves. A Sonia é a responsável pela pintura das peças.

O casal continuava com o salão, atendendo só de tarde,  mas com o aumento das encomendas  tiveram que fechar as portas. O Anderson disse que ficou quase um ano com as duas atividades porque tinha medo, mas hoje se arrepende de não ter tomado a decisão antes. Isso porque com a venda das peças eles ganham 3 vezes mais do que ganhavam com o trabalho no salão.


Além disso ganharam mais qualidade de vida. A loja e o ateliê ficam em casa e o Anderson me contou que tem liberdade, por exemplo, para levar e buscar o filho na escola.”E se não estou com disposição, posso ficar um dia sem produzir”. Mas isso acontece muito pouco. O Anderson não para de criar. Além de tucanos, araras e sapos, que são um sucesso, faz poltronas e até carro de corrida. As peças já foram para diversas regiões do Brasil e, segundo o empresário, não existe crise para ele.


As dicas do Anderson

- Tem que trabalhar com algo diferente. No caso da arte com pneus, até tem muita gente fazendo, mas na região em que moro não tinha ninguém. Com algo diferente você sai na frente.
- Se o seu produto ajuda a comunidade e o meio ambiente ele tem mais chance de fazer sucesso. No caso dos pneus não é só artesanato. Eu recolho os pneus, as pessoas já me indicam onde tem pneu abandonado. Em um momento em que se fala tanto em sustentabilidade um trabalho assim se destaca.
- Divulgue o que você faz. Recebi muitos nãos, mas mandei um Louro José feito de pneu para a Ana Maria Braga e ela falou do meu trabalho no programa Mais Você da Rede Globo. Eu acreditei e deu certo!
- Não tenha medo! Eu fiquei com medo, mas me arrependo, poderia ter feito antes.